Federação Goiana de Futebol

NOTÍCIA

A 1ª Fase está concluída





A 1ª Fase do Goianão Chevrolet 2014 está concluída. A 5ª e última Rodada do 3º Turno nesta quarta-feira, dia 19 de março, apresentou pelo Grupo A, Anápolis 0x0 Atlético e Crac 0x0 Goiás e pelo Grupo B, Goianésia 2x1 Aparecidense e Vila Nova 3x2 Grêmio Anápolis. 
 
 
Pelo 5º ano consecutivo, sem nenhum jogo adiado, suspenso, interrompido ou inacabado.
 
 
O extrato final apresentou, Goiás, Atlético, Anapolina e Goianésia como os 4 semifinalistas e Anápolis e Vila Nova como os dois rebaixados para a Divisão de Acesso/2015.
 
 
Méritos totais para os quatro semifinalistas. 
 
 
O Goiás realizou sua melhor 1ª Fase de Goianão nestes 14 anos deste Século 21, concluindo-a de maneira invicta, buscando o seu 3º título de campeão goiano invicto, fato que não ocorre desde 1975, sendo o único time invicto em 2014 dentre os 20 integrantes do Brasileiro da Série A/2014 até o momento.
 
 
O Atlético, se não mostrou toda a força de algumas edições anteriores recentes do Goianão, pode-se dizer, não teve trabalho para ser semifinalista, tanto que ficou na faixa de classificação à Fase Semifinal em 14 das 15 Rodadas, exceto na 1ª Rodada. Busca a sua 6ª Final consecutiva de Goianão, uma marca respeitável.
 
 
A Anapolina já deixou registrada a sua presença brilhante neste seu retorno ao Goianão chegando à Fase Semifinal. Tenta agora tornar-se finalista da competição pela 2ª vez em sua história, 33 anos depois.
 
 
O Goianésia vem se firmando no Goianão a cada ano que passa, a ponto de ser semifinlista pelo 2º ano consecutivo e servir de exemplo a ser seguido. Alcança um ‘status’ dentro do Goianão praticamente inimaginável no início desta década quando retornou à competição.
 
 
Méritos parciais para os quatro times que ficaram nas posições intermediárias, mesmo porque não foram adiante no Goianão Chevrolet 2014.
 
 
O Trindade, 5º colocado, repete o fato ocorrido com ele no Campeonato Goiano da Divisão de Acesso de 2012, deixando escapar a classificação por entre os dedos. Mas pode ser considerada auspiciosa a sua volta ao Goianão.
 
 
A Aparecidense, 6ª colocada, ficou com um gostinho de ter regredido ao não se classificar, mas vem se consolidando a cada ano como um time competente e competitivo.
 
 
O Crac, 7º colocado, pelo 2º ano consecutivo, consegue manter-se no Goianão na base da raça, da valentia, da força de vontade, superando problemas internos que o afetam.
 
 
O Grêmio Anápolis, 8º colocado, foi pelo 2º ano seguido, o derrubador de prognósticos. Um time guerreiro, quase que solitário, mas que dá aula de eficiência, deixando todos incrédulos.
 
 
Deméritos para os dois rebaixados.
 
 
O Anápolis, 9º colocado, parece um touro que não sabe a força que tem. Equipe estruturada, conceituada, com todas as condições de firmar-se no cenário nacional, amarga mais um rebaixamento que pode comprometer tudo que já foi construído.
 
 
O Vila Nova, 10º e último colocado, lanterna do Goianão Chevrolet 2014, rebaixado logo depois de um acesso para o Brasileiro da Série B. Tem explicação?
 

 


Autor: Roberto Sampaio
Fonte: Coordenadoria Técnica



Mais Noticias

PARCEIROS
Federação Goiana de Futebol
2019 Federação Goiana de Futebol - Todos os Direitos Reservados
Edifício The Prime Tamandaré Office 22º Andar
Rua 5 nº 691 - Setor Oeste - Goiânia - GO CEP: 74.115-060.
Fone/Fax:
(62) 3218-2311 / 3218-2360 / 3920-9050